Avon pretende ficar mais sexy e mais sedutora

Ninguém conhece um grande líder da Avon e ninguém sabe quem é a grande vendedora da Avon.

Ultimamente, a Avon começou a apresentar algumas mulheres mais jovens em seu site . Mas esta divulgação, acontece para ela própria. O mercado não fica sabendo. A Avon não compartilha o sucesso com o mundo exterior.

Há sucesso sem a Avon, mas enquanto a empresa não estiver promovendo suas líderes e seus resultados, perderá a oportunidade de atrair uma geração de distribuidoras.

RECONHECIMENTO = RECRUTAMENTO = RECEITAS 

Uma opinião recente de analista:

“A Avon é cativa de seu modelo de negócios de venda direta, com base no qual é intrinsecamente difícil obter resultados significativos em um curto período de tempo. Além disso, embora a Avon tenha reconhecido que a modernização de seu modelo de negócios e marca é a chave para alcançar o crescimento, parece que os planos estratégicos da empresa não atingem esse objetivo.

“A empresa reportou receita total de U$ 1,42 bilhão no terceiro trimestre de 2018, inalterada em comparação com o terceiro trimestre de 2017. No entanto, excluindo um ajuste fiscal favorável no Brasil, um dos principais mercados da Avon, a receita total caiu 11 vezes.

“Ainda mais preocupante é a constante taxa de atrito da base de representantes de vendas da empresa; Os vendedores ativos reduziram em 5% no comparativo anual no terceiro trimestre – a maior redução nos últimos sete trimestres.

A Avon já havia adotado medidas para modernizar seu modelo de vendas, melhorando a experiência de seus vendedores enfatizando o potencial de vendas online através das mídias sociais e oferecendo ferramentas digitais para alavancar dados de vendas para obter insights do consumidor e personalizar a experiência.

“Além disso, embora a Avon não tenha conseguido atrair representantes, também parece ter dificuldade em convencer os consumidores a comprar seus produtos.

“No entanto, essa discriminação de qualidade de preço em seus produtos pode ter apenas um impacto no ganho de curto prazo. O que a Avon precisa é de uma identidade de marca, e tais medidas não podem servir a esse propósito; eles só podem desgastar ainda mais a marca ao confundir os consumidores com uma posição de mercado pouco clara. De fato, a empresa também reconheceu a falta de identidade, alegando que sua marca é maior do que suas vendas e, embora seja famosa, não é ambiciosa.

“No geral, o modelo de negócios de venda direta da Avon pode ser visto como uma bênção em termos de flexibilidade financeira, mas é uma maldição quando se trata de implementar um plano de recuperação, pois leva mais tempo e recursos para comunicar mudanças em um representante de vendas.

grande parte do problema é a falta de apelo da marca para os consumidores, especialmente os millennials.

“As iniciativas recentes em relação à redução de seu portfólio de marcas, juntamente com a eficiência da cadeia de suprimentos e terceirização a serem alcançadas estão na direção certa para produzir melhores resultados nos próximos trimestres.

No entanto, a Avon precisa de mudanças mais radicais para implementar em sua base representativa, investindo mais, não apenas em treinamento, mas também na retenção de suas representantes, pois isso pode liberar o potencial e a margem de seu modelo de negócios, que oferece especificidade de produtos e serviços.

Porque não adotar o Marketing Multinivel no Brasil? E se ela adotar, como ficará o mercado? Pense nisso e deixe seu comentário.

Deixe sua opinião

Veja Também

Usana: Uma potência do MMN desconhecida no Brasil A Usana possui 25 anos de fundação. Foi criada em 1992 em Salt Lake City, Utah (EUA). Ano passado faturou mais de $ 1,1 bilhões e é a vigésima maior e...
Jeunesse está entre os três vencedores do prêmio American Business Awards de 2018 A Jeunesse foi altamente premiada nos American Business Awards pelo quinto ano consecutivo, ganhando o prêmio Grand Stevie da ABAs pela 3ª posição ent...