Exchange Liquidex já nasce com mais de 30 mil clientes ativos.

Nova exchange chega ao mercado brasileiro com novo conceito de keycode oferecendo para empresas e pessoas um serviço exclusivo e diferenciado.

Simplicidade, eficiência, transparência, privacidade, segurança e liquidez certa: esses são os pilares da Liquidex como revelou Antônio Silva, membro do conselho executivo de uma das maiores mineradoras de Bitcoin da América latina, MDX Rental S/A que está trazendo a plataforma para o Brasil, como revelou com exclusividade ao nosso portal.

O grupo alemão BRC (BitRocket Capital), com sede em Berlim investiu no grupo MDX Paraguai, o valor multimilionário aportado será usado para construção de um novo parque de mineração de criptomoedas (HASHBOX MDX) no Paraguai, Caixas Eletrônicos de Bitcoins na América Latina e na aceleração e crescimento da startup Liquidex.com.br no Brasil, além de reforçar o desenvolvimento de novos produtos e deixar a empresa pronta para a expansão internacional.

A plataforma de Criptomoedas Liquidex, está ciente dos desafios que enfrentará, mas com o apoio de empresas parceiras como a CREDMINER, já nasce com mais de 30 mil clientes ativos e espera já no primeiro ano, mais de 200 milhões de reais em faturamento.

Durante o lançamento da plataforma em Florianópolis, Antônio expôs alguns números que pretende alcançar em seu primeiro ano de operação.

“Iniciaremos com 30 mil clientes ativos com um ticket médio de R$200,00 por operação e uma taxa anual de keycode média anual de R$100,00. Estimamos cerca de 100 mil clientes em um ano de operação com a média de 60 mil transações mês. Esta é uma expectativa muito realista, afinal nesse primeiro momento, estamos apenas atendendo empresas parceiras  no mercado nacional como CredMiner, MDX Rental e BitRocket.” Explica Antônio.

Ainda enumerou os benefícios da Plataforma:

“Além de tudo que as plataformas nacionais já oferecem, teremos alguns diferenciais como uma cesta de produtos em criptomoedas para investimentos e a ferramenta exclusiva NANOTECH, que é uma plataforma GLOBAL para arbitragens de criptomoedas em tempo real em mais de 50 exchanges pelo mundo. Nossos criptoativos ficam guardados em LEDGER e sendo operados através do nosso algoritmo que está funcionando desde janeiro de 2018 não tendo um único dia de prejuízo, acumulando incríveis 72% de lucratividade aos nossos clientes. ”

Além dessas funções, Antônio salientou que a plataforma entra em operação ainda este mês de outubro de 2018 e, por enquanto, oferece negociações em Bitcoins para empresas parceiras, mas em seu “roadmap” está a expansão internacional para negociar outras criptomoedas, dólar e euro, além de abrir para novos clientes.

Para finalizar Antônio diz:

“Existe um imenso mercado para criptomoedas e ficamos felizes por finalmente trazer ao Brasil ferramentas e padrão de atendimento europeu. Assim como no próximo ano esperamos expandir filiais da Liquidex para toda a américa latina. ” Concluiu.

Deixe sua opinião