Leia essas lições maravilhosas de Gilberto Suzuki

UM GIGANTE CHAMADO GOLIAS!

O escritor, jornalista, historiador Malcolm Gladwell trouxe um novo olhar sobre uma luta descrita na Bíblia.
Quando lemos a história de Davi e Golias, achamos que foi uma luta totalmente desfavorável a Davi.
Golias era um guerreiro experiente, além do mais, era um gigante.
Davi era um pastor de ovelhas, era um menino.
Na guerra antiga, havia três tipos de guerreiros:
1. Cavalaria – homens sobre cavalos e carruagens;
2. Infantaria – soldados a pé, munidos de espadas e armaduras; e
3. Artilharia – arqueiros e fundeiros.
Davi tinha um ponto forte: ele era um pastor com experiência no uso de uma arma devastadora, a funda.
Golias era um alvo fácil.
Embora atribuamos a vitória à fé que ele tinha em Deus, precisamos lembrar que Davi fez a sua parte.
“O segredo do sucesso está na união do poder de Deus com o esforço humano”, diz um ditado.
Quando você tiver que enfrentar um gigante, lembre-se de que você não está só.

O QUE É IMPORTANTE PARA VOCÊ?

Todos os anos são esquecidos cerca de 3 milhões de objetos nos aeroportos no Japão.
O objeto que os japoneses mais esquecem nos aeroportos, estações de metrô e trem é o guarda-chuva.
Por que isso ocorre?
Porque o guarda-chuva deixa de ser um objeto necessário ou importante quando para de chover.
Nós temos a tendência de esquecer um objeto ou compromisso que não damos valor.
Quantas canetas BIC você já perdeu?
Dificilmente você esqueceria uma caneta Montblanc em qualquer lugar.
O que é importante para você?
Quais são seus valores, prioridades?
Dedicamos tempo para aquilo que consideramos importante em nossas vidas.
Que possamos prestar mais atenção para aquilo que realmente importa.

ELOGIAR, ADMIRAR E AGRADECER!

O que acontece quando você elogia uma pessoa?
Qual a reação das pessoas quando você as agradece por algo que elas tenham feito?
Assim como esses atos provocam uma reação positiva nas pessoas, elas provocam uma reação positiva em nós.
Se nós queremos que as pessoas nos elogiem, nos admirem ou nos agradeçam, por que nós não dizemos isso a elas?
“Você poderia me fazer um elogio”?
Falar isso revela nossa insegurança, demonstramos que precisamos da ajuda da outra pessoa.
Dra. Laura Trice nos instiga a sermos mais francos com as pessoas íntimas de nós.
Falamos de paz mundial, mas devemos começar essa paz dentro da nossa casa.
Elogie, admire e agradeça mais as pessoas que você ama.

VOCÊ SABE OUVIR UMA CRÍTICA?

Por que temos facilidade de ouvir um elogio e dificuldade para ouvir uma crítica?
Por que o elogio nos enaltece e a crítica nos diminui?
Precisamos entender que a crítica também nos faz bem, ela nos faz crescer.
Há uma diferença entre uma crítica construtiva e destrutiva.
Como saber a diferença?
A crítica construtiva geralmente tem um foco profissional, o foco é a atividade, não a pessoa.
A crítica destrutiva é pessoal, muitas vezes motivada por sentimentos negativos como a inveja, por exemplo.
Sabedoria é saber discernir a diferença.
Uma dica é prestar atenção de onde vem a crítica e como ela foi dada.
Um feedback é uma percepção de como as pessoas estão nos vendo.
Não é uma verdade absoluta.
Se você foi criticado, procure descobrir a causa do problema.
Uma coisa é verdade, não dá para agradar todo mundo!

O MELHOR EXERCÍCIO DA MENTE!

De acordo com os autores Mortimer J. Adler e Charles Van Doren, assim como os músculos, a mente pode atrofiar-se se não for usada.
A atrofia dos músculos mentais é o preço que se paga por não fazer exercícios mentais.
Segundo Adler e Doren, a televisão, o rádio e todas as fontes de distração e informação que nos circulam em nossa vida cotidiana também são esteios artificiais.
Podem nos dar a impressão de que nossa mente está ativa, porque temos de reagir a estímulos exteriores. Mas a força desses estímulos é muito limitada para continuar nos alimentando. Eles são como drogas. Habituamo-nos a eles e a cada vez precisamos de mais.
O melhor exercício mental para o nosso desenvolvimento é a leitura de livros que nos fazem pensar e aprender algo novo.
“Ler bem, no sentido de ler ativamente, não é, portanto, apenas um bem em si mesmo nem é apenas um meio de progredir no trabalho ou na carreira. É algo que também serve para manter nossa mente viva, sempre crescendo”, concluem os autores do livro “Como ler livros”.

DEVERES E DIREITOS!

Nós queremos que nossos direitos sejam respeitados, mas nem sempre estamos dispostos a cumprir nossos deveres.
Precisamos aprender que os deveres vêm antes dos direitos.
Sentir a alegria e realização pelo simples fato do dever cumprido, sem esperar reconhecimento do outro.
“Você não fez nada mais do que a sua obrigação”, dizem os superiores.
Ao receber uma missão, você pode decidir o que fazer com ela:
1. Fazer o seu melhor; ou
2. Fazer de qualquer jeito.
Existem muitas pessoas que simplesmente fazem o mínimo necessário.
E, por conseguinte, essas pessoas não se destacam, são como a maioria.
Quando você receber uma missão, faça o seu melhor.
Fazer o melhor não para provar para os outros, mas para você mesmo que você tem essa capacidade.
Faça disso, uma filosofia de vida.
Como diz um lema muito conhecido nas forças armadas: “Missão dada é missão cumprida”

SABEDORIA E HUMILDADE!

Certo dia, Deus se revelou a Salomão em sonhos e perguntou o que ele queria.
Salomão sentiu-se pequeno diante do grande desafio de conduzir o povo de Deus e pediu sabedoria.
Deus alegrou-se com o pedido de Salomão e concedeu mais do que ele havia pedido, junto com a sabedoria vieram as riquezas.
Com o tempo, Salomão começou a achar que ele era o responsável por toda aquela sabedoria e riqueza.
Esqueceu-se de Deus.
Felizmente antes de morrer, Salomão teve a oportunidade de arrepender-se.
Deus não faz acepção de pessoas.
Assim como perguntou a Salomão, Deus faz a mesma pergunta a todos nós: “o que queres que eu te faça”?
Podemos pedir sabedoria e humildade.
Humildade para reconhecer que tudo vem de Deus.
Talvez assim, não cometeremos o mesmo erro de Salomão.

VOCÊ FEZ? SIM OU NÃO?

Andy Grove, ex-presidente da Intel, disse que o objetivo é a direção, é o que você deseja alcançar.
Para se atingir os resultados, você deve fazer a seguinte pergunta: “Eu fiz? sim ou não. Simples assim”.
Muitas pessoas estabelecem metas, entretanto, elas ficam somente na teoria, no desejo.
Essa é a diferença entre vontade e força de vontade.
A vontade nos faz decidir, a força de vontade nos faz agir.
O que faz a diferença são os atos, não as intenções.
Precisamos definir claramente o por que queremos o que queremos.
Quais são os nossos valores?
O que estão por trás de nossas metas?
Elas são significativas, orientadas à ação e inspiradoras?
A meta para fazer a diferença deve nos fazer sair da zona de conforto.
Como diz um ditado popular: “O que não me desafia, não me move”.

ME DESCULPE, EU ERREI!

“Errar é humano”, diz um ditado popular.
Por falta de atenção ou excesso de autoconfiança, nós erramos.
Quando isso ocorre, geralmente as pessoas tomam duas atitudes:
1. Põem a culpa ou a responsabilidade sobre outra pessoa; e
2. Assumem que erraram e tiram uma lição do fato ocorrido.
Se a causa do problema é de outra pessoa, a solução também o é.
Em outras palavras, não aprendemos quando transferimos a responsabilidade para os outros.
“A desculpa perpetua a mediocridade”, diz outro ditado popular.
Se errar, simplesmente peça desculpas.
“Desculpe-me, eu errei”.
Aceite que errou e perdoe a si mesmo.
Seja generoso com a pessoa mais importante: você.

VOCÊ ESTÁ SATISFEITO, INSATISFEITO OU ENCANTADO?

De acordo com o professor de marketing Philp Kotler, a satisfação do cliente ocorre quando o desempenho do produto ou serviço atende às expectativas dos consumidores.
Quando o desempenho do produto não atende as expectativas, o cliente fica insatisfeito e, quando o desempenho supera as expectativas, o cliente fica encantado.
Portanto, explica Kotler, encantar um cliente é superar as suas expectativas.
É oferecer ao cliente mais do que ele está esperando.
Agora, olhe para dentro de você e reflita quais são as suas expectativas em relação à sua vida.
Como tem sido o seu desempenho?
Você está satisfeito, insatisfeito ou encantado com a sua vida?
O resultado é um reflexo do seu desempenho.
Se você fizer o seu melhor em tudo, é muito provável que você esteja satisfeito ou encantado com os resultados.
Afinal, você é responsável pelas decisões e pelas consequências que ocorrem na sua vida.

 

Deixe sua opinião

Veja Também

Herbalife investe em rádio para atrair empreendedores e vender produtos Antigamente se dizia que o MMN não precisava investir em mídia porque o propaganda boca a boca era mais efetiva, mais rápida e barata. Além disso, ...
Dia 02 de Maio sairá o ranking das 100 maiores empresas de MMN do mundo Dia 02 de Maio (quarta feira ), irá acontecer o evento que divulgará as 100 maiores maiores empresas de MMN do Mundo. Grande expectativa para o ran...