Os 20 Fatores Essenciais para você avaliar e escolher um MMN

Muito se fala que Brasileiro não sabe votar. Eu concordo. Tanto é, que o líder nas pesquisas de opinião é um detento que………deixa pra lá.

E escolher uma empresa de MMN, Brasileiro sabe? Essa é a questão!

Nestes 30 anos de MMN, fico aterrorizado com os critérios que as pessoas fundamentam suas decisões para escolher uma empresa.

“Achei a proposta bacana”, “Acredito que vá dar certo”, “Me falaram que tem muita gente ganhando dinheiro”, “A empresa tem o melhor plano do Brasil ou do mundo”, “Me identifiquei com os produtos”, “A empresa tem muito dinheiro” e por aí vai.

Escolher uma empresa pela emoção, é como casar com alguém, só porque gosta muito e se identificou.

É como montar uma empresa se baseando somente no que te falam.

Por outro lado, escolher uma empresa só pela razão, é como escolher a profissão que tem grande futuro, mas que não tem nada a ver com você.

Há anos, prego diariamente, que os empreendedores tenham uma postura mais profissional. Aliás, tenho trabalhado exaustivamente em prol do mercado e da profissionalização dos executivos e empreendedores.

Há anos, prego que as pessoas avaliem os 20 pontos essenciais no processo de escolha de uma empresa de MMN.

Por este motivo, estou republicando Os 20 Fatores Essenciais (Já publicado aqui em 2016 na Universidade Sucesso) para que você some um ponto sempre que a empresa merecer e não some quando não merecer.

Ao comparar a pontuação final de empresas, você poderá escolher com mais sabedoria, considerando razão e emoção.

CONHEÇA OS 20 FATORES ESSENCIAIS PARA ESCOLHA DE UMA EMPRESA QUE 

  1. INOVAÇÃO                                                                                                               A empresa precisa ter em seus portfólio produtos inovadores e exclusivos para levar vantagem frente a concorrência e facilitar o processo de vendas de seus distribuidores

2. CAPITAL PRÓPRIO ESTRUTURA                                                                                   A empresa necessita de capital próprio, que garanta toda a operação de fabricação,            prêmios, capital de giro, sistema, mão de obra, logística, tecnologia, atendimento ao          distribuidor e marketing, sem empréstimo e financiamentos por período superior a 3          anos, independente de entrada de receita.

3. PLANO DE COMPENSAÇÃO                                                                                         O plano tem que ser competitivo, apresentar possibilidades reais de ganhos a curto, médio e longo prazos a empresa e distribuidores, sem depender da taxa de adesão. O plano deve ser viável e sustentável, considerando ganhos financeiros para a base proporcional aos ganhos financeiros do topo superior.

4. FORÇA DA MARCA 
Quanto mais conhecida e forte a marca institucional, mais vantagem a empresa irá levar sobre as empresas concorrentes.
5. QUALIDADE DOS PRODUTOS                                                                                  Toda empesa deve possui produtos com altíssima qualidade, design persuasivo e adequado ao seu público-alvo. Qualidade não é uma opção ou vantagem. É obrigação, pois ninguém duplica o que não é bom.

 

6. GESTÃO                                                                                                              Gestão altamente qualificada é essencial para uma administração competente e profissional. Gestões amadoras e paternalistas, permitem erros no processo de tomada de decisão que podem liquidar o presente e o futuro da empresa. Os departamentos devem ter excelência, bem como os executivos e gestores da empresa.

7. MARKETING                                                                                                           Um marketing forte, inteligente e agressivo, cria vantagens competitivas para a empresa que resultarão em ganhos para o negócio e para a rede. Uma empresa sem marketing, já apresenta erro de gestão e de competência.

8. MIX DE PRODUTOS                                                                                                   A empresa deve possuir produtos para um público-alvo muito bem definido. Deve-se considerar que quanto mais produtos possuir em seu portfólio melhor. E quanto maior a linha de produtos e seus segmentos mais vantagens de resultados oferece a rede.

9. PREÇO                                                                                                                     Os preços precisam estar dentro da realidade do mercado e de acordo com a qualidade, valor da marca e da inovação que possui. E precisam oferecer boa margem de revenda e/ou de pontuação.

10. SISTEMA DE TREINAMENTO                                                                               Além de ser muito bom, precisa ser acessível, prático e duplicável. Precisa se fundamentar em 5 áreas: EMPRESA; PRODUTOS; PATROCÍNIO; QUALIFICAÇÃO PESSOAL E MOTIVAÇÃO. E para cumprir seus objetivos deve oferecer um sistema que compreenda: áudios, vídeos, treinamento pessoal do patrocinador, palestras de reforço, palestras técnicas e motivacionais, através de diversas ferramentas, técnicas e metodologias.

  1. POTENCIAL DE CRESCIMENTO                                                                                Deve oferecer grande potencial de crescimento geográfico no país e no mundo para vendas e duplicação. Quanto maior o portfólio de produtos, para diferentes públicos e segmentos, maior o potencial de crescimento e resultado.
  1. TIPO DE PRODUTOS                                                                                        Independente do segmento em que a empresa atua, é importante que possua produtos de uso diário e produtos mais duráveis, desde que sejam essenciais a necessidade das pessoas. Produtos mais caros, aumentam o ticket médio e complementam os ganhos com os produtos mais acessíveis e comercializáveis.
  1. VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES                                                                    Muitas empresas exageram em sua comunicação, transmitindo dados inverídicos para impressionar e atrair distribuidores, que por sua vez, exageram ainda mais na busca de convencer e atrair pessoas. Essa prática deturpa a realidade do negócio e ilude as pessoas, criando uma empresa, um negócio e produtos fora da realidade. Uma empresa competente age de forma ética e não enganando pessoas.
  1. VANTAGENS PARA LIDERES                                                                                     A prática de empresas “comprarem” lideres é muito comum no Brasil. O oferecimento de vantagens pessoais, para que troquem de empresa e tentem levar sus redes é tão comum quanto líderes também oferecem dinheiro, kits, posições e vantagens, tornando o negócio bom para quem recebe a vantagem e não tão bom para quem segue os líderes. Atenção para não virar refém da construção de riqueza para lideres egoístas que pensam neles e não na rede. A empresa e líderes precisam ter uma conduta ética no dia a dia da atividade.
  1. TAXA DE REJEIÇÃO                                                                                          Quanto mais qualidade, força da marca, estabilidade e imagem positiva a empresa tiver, melhor para o negócio e mais fácil o crescimento. Empresas com problemas de imagem, que já nascem cometendo falhas, que oscilam no mercado, que possuem alta taxa de turnover, eu atrasem pagamentos ou entrega de produtos, ou que mudem seus planos para diminuir lucratividade de seus distribuidores oferecem riscos e alta de rejeição, o que dificulta vendas ou patrocínios.
  1. VANTAGENS SOBRE CONCORRENTES                                                                      É fundamental que a empresa possua barreiras de entrada para que concorrentes não consigam copiar estratégias, produtos ou os diferenciais que oferecem vantagem competitiva. Avalie as vantagens que a empresa possui frente a concorrência.
  1. TEMPO DE EXISTÊNCIA                                                                                            É fundamental que a empresa possua mínimo de 2 anos de atuação. Entrar numa empresa na fase de nascimento é uma desvantagem porque durante um determinado período, o empreendedor terá que pagar o preço pelo pioneirismo, pela desestrutura da empresa, pelos poucos produtos. Por outro lado, quando a empresa deslanchar, o empreendedor que se manteve firme, poderá ter uma grande rede descendente, caso a empresa dê certo.
  1. AFINIDADE COM A EMPRESA E PRODUTOS                                                             É fundamental ter afinidade com a empresa, com os produtos, com as diretrizes e valores da Cia.
  1. SISTEMA DE PREMIAÇÃO E INCENTIVO                                                         Lembre-se que os prêmios são dados a quem atinge as metas fixadas pelo plano. O empreendedor é quem gera a receita para conquistar o prêmio. Avalie quantos pontos são necessários e quanto em dinheiro. Avalie a relação entre pontos x dinheiro x prêmios. Desejar uma BMW por exemplo não basta. Quanto de dinheiro terá que gerar para conquista-la e em quanto tempo?
  1. SISTEMA CONTÁBIL                                                                                              Vale a pena verificar se a empresa é ética, transparente e não sonega impostos. Empresas que possuem centros de distribuição ou franquias na mão de líderes ou empreendedores podem privilegiar estes e adotar práticas desleais ou de sonegação fiscal.

Por: Claudio Di Lucca

Deixe sua opinião

Veja Também

doTERRA estará oficialmente no Brasil dia 04 de Junho A empresa americana doTERRA, líder mundial em óleos essenciais e produtos para saúde e beleza, comunicou oficialmente a abertura de sua sede no Brasil...
Evento: Um Salto Alto Para o Sucesso (Com Lu Queiroz) VOCÊ..MULHER QUE DECIDIU VENCER E IR EM BUSCA DA FELICIDADE, FAMÍLIA E AINDA OBTER SUCESSO EM SUA CARREIRA... ESSA PALESTRA IRÁ DESVENDAR O SEGREDO D...